Como fazem as outras mães – JUST NATURAL PLEASE

Hoje, partilho na série “Como as Outras Mães Fazem”, a experiência da @justnaturalplease

uma mãe que muitas vezes coloca “a mão na ferida” e fala sobre assuntos que seriam, a priori, tabu. E ainda bem que o faz!
Iniciei esta série no meu Instagram @asdicasdafafa.ecomommy para ilustrar como é simples usar fraldas reutilizáveis – tudo no âmbito do conceito #simplificaasfraldas.
Vamos então conhecer mais uma mãe? Respostas na íntegra:

1. Como soubeste da existência das fraldas?
Ainda antes de decidir ser mãe fui vendo noutros blogs que seguia na altura que mães cujos valores se alinhavam muito com os meus em termos de consciência ambiental utilizavam fraldas reutilizáveis nos seus bebés. Na altura lembro-me de ficar bastante curiosa mas reticente por pensar que seria algo muito difícil de concretizar e de gerir no dia a dia. Mas depois de perceber melhor como funcionava, ainda antes de estar grávida, decidi que gostaria de fazer essa escolha quando tivesse os meus bebés.

2. Usaste desde RN? Se não, quais os motivos?
Usei pouco. O principal motivo foi não ter tido a possibilidade de fazer o investimento para adquirir muitas fraldas de tamanho recém-nascido. (tínhamos apenas oito, duas tudo-em-um que demoravam muito a secar e seis pré-dobradas, que na altura foram difíceis para mim de usar de forma correta). No primeiro filho, o choque da nova rotina com um recém-nascido foi tão grande que rapidamente decidi retirar o peso de ter mais essa aprendizagem para fazer e a logística das lavagens para nos preencher os dias já suficientemente caóticos e só comecei a usar após um mês quando tudo ficou mais calmo. No segundo filho, já estava mais confiante e usei mais as nossas fraldas de RN desde o ínício mas ainda assim não tinha suficientes para poder usar todos os dias.

3. Quais os teus sistemas e fraldas preferidas e porquê?
Eu prefiro as fraldas de bolso que fecham com velcro porque são fáceis de ajustar à criança, mais fáceis de ajustar o número de absorventes às necessidades do bebé e da altura do dia e porque secam rápido. As minhas marcas preferidas são as Bambino Mio e as Pop-in da Close. Para resumo dos tipos de fraldas vejam aqui

4. Como é a tua rotina de lavagem?
Lavo geralmente dia sim dia não ou ao terceiro dia. Faço pré-lavagem só com água a frio durante 50 minutos. Depois faço um programa de lavagem a 60 ºC de 3 horas com detergente e termino com um enxaguamento extra de 15 minutos com água. Seco geralmente ao ar, raramente uso máquina de secar. Uso skip active pois os detergentes ecológicos só funcionaram para nós até começarmos a alimentação complementar.

5. O que vês como a maior vantagem da sua utilização?
O sabermos que estamos a reduzir a nossa pegada ecológica. É assustador o número de fraldas descartáveis que se acumula por cada bebé, o tempo que vão demorar a degradar-se e o impacto que isso terá no planeta.

6. O que vês com desvantagem/desafio?
Talvez as fugas que por vezes surgem quando as fraldas ficam como que entupidas por causa de más lavagens e deixam de ser tão absorventes. Eu sou muito preguiçosa para fazer strippings a fraldas entupidas…E quando os bebés não gostam muito de mudar a fralda (como é o caso dos meus) e as fraldas requerem uma troca mais frequente por não estarem tão absorventes por vezes surgem fugas.

7. Qual a atitude do/a companheiro/a se houver?
Quando lhe falei nas fraldas reutilizáveis e que gostaria de experimentar com os nossos filhos ele alinhou. No entanto, ele é muito preguiçoso para as colocar quando é ele a mudar a fralda. Quando são de molas então é para esquecer, ele diz logo que não sabe em que botão fechar por mais que eu lhe explique ah ah. Daí as de fecho de velcro serem preferidas cá em casa, são mais fáceis para ele colocar.