Pataniscas de frango

Quando penso em pataniscas, regra geral penso nas de bacalhau feitas pela minha avó, das quais ainda hoje tenho saudades… no entanto, por razões que não compreendo, enjoei o bacalhau durante a gravidez e ainda hoje prefiro manter-me a uma distância cordial do mesmo. Ora, pataniscas de frango parece-me uma boa alternativa! Para mim e para o meu bebé. É uma receita para a família inteira, claro!

Pode dar a bebés a partir dos 8 meses, desde que tenham sido previamente introduzidos todos os ingredientes na sua alimentação. Ter atenção que o frango está bem desfiado e não com bocados cilíndricos.

Nota:

Para bebés com esta idade, a textura deve ser de modo a que se desfaça entre os nossos dois dedos ou entre a língua e o palato. Assim sendo, adaptar consoante a idade.

Serve: 8 a 10 pataniscas

Ingredientes:

3 ovos

1 peito de frango cozido ou grelhado, desfiado

8 colheres de sopa de água ou de bebida de arroz

3 colheres de sopa de farinha de mandioca

2 colheres de sopa de polvilho doce

1 colher de chá de fermento

3 colheres de sopa de salsa picada

2 colheres de sopa de cenoura ralada

2 colheres de sopa de couve-flor ralada

2 colheres de sopa de cebola picada

1 colher de chá de alho picado

1 colher de café de curcuma

1 pitada de pimenta preta

 

Preparação:

Misturar bem as farinhas e o fermento, adicionando a água ou bebida de arroz (ou outra bebida vegetal) até obter uma massa semelhante a polme (não deve ficar muito líquida). Bata os ovos e adicione às farinhas (se ficar muito líquido, junte mais um pouco de farinha e vá ajustando). Junte o frango desfiado e os restantes ingredientes. Misture bem e frite pequenas de porção da massa numa frigideira antiaderente, com duas colheres de sopa de óleo de côco ou azeite.

 

Notas: Usei azeite. Misturei a massa com as mãos – algo mesmo muito prazeroso! Moldei as porções com as mãos também e coloquei na frigideira, com cautela. Se não tiver polvilho doce, pode usar mais farinha de mandioca, ou outra farinha que tenha em casa.